quinta-feira, 16 de outubro de 2008

liçoes de anatomia: C de Cancer

"eu sou o judas iscariotis pessoal do mikey, sem mim, ele nao teria onde despejar seus pensamentos disvirtuados e banais".

o que eh o cancer, mikey boy? em sua essencia, o cancer eh um mal que nasce dentro de voce. enraiza-se, cresce, e te destroi.

hm... e o que eh o mal, mikey boy? claro, suas previsiveis ladainhas vao atentar que eu represento o mal dentro do mikey. - "oh! mas que garoto previsivel!" - eu vou dizer, obviamente.

divergindo do que o mikey possa atestar, eu nao sou nenhum mal. ao menos, nehum que o mundo jah nao reconheça e acolha como uma mae devota, ou uma amante agradecida.
digamos que eu seja apenas um conjunto de comportamentos, filosofias, e relaçoes que facilitariam bastante tua a vida do mikey na babilonia...

e sim, ela estah em chamas. sim, isso eh sedutor, nao? queime e veja o fim do sofrimento, o fim das duvidas. a banalidade eh uma bençao, mikey boy.

este cancer, este "mal", como o mikey afirmaria, estah lah. mancomunado com o lado banal da alma. mas ele estah lah. nega-lo soh vai te trazer dor, mikey boy. mas tudo bem, ainda sim, ele estah lah. EU estou lah.

alimentando-me de cada desilusao, de cada fracasso, da cada frustraçao. raiva, odio, inveja, erros, duvidas... ah, as duvidas! iguarias da mais alta seleçao espiritual. mas enquanto o mikey resolve se enconder em seus pretenços sonhos, ofuscado pela ilusao de sonhos, e tao bebado por sua felicidade ficticia, o mundo nao muda.

o mundo nunca mudarah, mikey boy.

ouça o mal, ouça o cancer. nao ha cura. ele estah lah. agora adormecido.

uma hora as fraquesas conquistam, o mikey cai, e o cancer te toma.

o cancer te corrompe.

o medo eh o poder. o medo te entragarah a mim.

entao o mikey eh salvo, em sua morte.

nao mais duvidas, nao mais o medo, nao mais sofrimento. soh as certezas do mundo.

vida longa ao arkanone!

brow.

-DERHUN ARKANONE