terça-feira, 28 de abril de 2015

DIÁRIOS DE ÓCULOS - Antônio Abujamra, RIP

Passo boa parte dos meus dias buscando palavras para expressar meus sentimentos. Infelizmente nem sempre tenho a habilidade necessária para fazê-lo. Produzir palavras através de emoções nem sempre é uma tarefa simples, mas muitas vezes encontro escritores, que através de poesia ou prosa, já o realizaram antes de mim. Conseguiram traduzir um sorriso, um coração aquecido, um espírito inconformado... Apresentados em textos nem sempre ordenados.


O inverso também é um exercício sublime: produzir emoções através das palavras. Daí entendemos toda sua capacidade para expiar nossa rendição aos sentimentos. Entendemos que as palavras não tem dono, que sua origem é irrelevante e o que importa é o poder pro trás de si! A paixão que encoberta. As verdades que expressam vão além da forma que utilizam. São mágicas.

Por isso muitos já disseram "eu te amo" e poucos se fizeram acreditar.


Uma vez me criticaram o hábito de usar palavras alheias para expressar meus sentimentos... Espero que este texto sirva como argumento para as verdades de cada momento que as usei.

Para meu nobre exercício como "caçador de palavras".

Para homenagear este bom interprete das palavras.

Antônio Abujamra, RIP.