quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Diários de óculos #01-2013

Frequentemente a chuva matinal me faz viajar para um momento distante da memória, mas incrivelmente vívido de lembrar e sentir.


As manhãs em Fortaleza, durante a infância, indo para a escola bem cedo... Ou os feriados no interior, já no começo da adolescência, onde guardo até hoje bons momentos ligados à chuva, banho de açude e amizades inesquecíveis.


Engraçado pensar com aqueles momentos não eram tão claramente perfeitos à sua época, não obstante, vistos sob os olhos da maturidade, encontramos um refúgio de alegria e certa inocência no passado. Não tanto pelo que desejaríamos revivê-los, quanto pelo que gostaríamos de sentir tal sentimento de felicidade novamente!


-MWXS