segunda-feira, 13 de abril de 2009

cartas para yaya: um ano de uma vida

para Y,

mais uma vez deparo-me com o inesperado. afinal, estar um ano juntos eh um marco para muitas coisas.

e nao poderia conjecturar o que espero desta situaçao tao espetacular, pois nunca me ocorrera algo parecido antes...

um ano.

gozamos prazeres e enfrentamos alguns problemas. estes ultimos, grandes ou pequenos, podemos encara-los! e nao ha melhor momento no mundo para se conseguir coragem!

o amor a tudo move! incredulo eh os que nao querem ver... cegos para o que convem, covardes ante a frieza da rocha fria que eh o mundo.

mas o amor estah encrustado no centro da terra, eh lava incandescente e sangue rubro: as mais poderosas forças a percorrer o interior do planeta... e fluir no interiror dos homens!

e eu te amo!

sou atrapalhado, desligado, relapso as vezes.

"eu vivo no mundo da lua! e como eu chego lah? viajando na maionese!".

e falo sehrio! nao sou perfeito, longe disso! sou talvez a mais imperfeita especime humana a enfrentar o julgamento inclemente da seleçao natural, que ha milenios extingue bichos e gentes.

mas eu ao menos posso tentar te oferecer a unica coisa perfeita, ateh mesmo em sua imperfeiçao, que possuo:

meu amor.

-M

ps: eu te amo!