sexta-feira, 18 de julho de 2008

certas coisas (lulu santos)

nao existiria som, se nao houvesse o silencio.
nao haveria luz, se nao fosse a escuridao.
a vida eh mesmo assim:
dia e noite, nao e sim.

cada voz que canta o amor, nao diz tudo o que quer dizer.
tudo que cala, fala mais alto ao coraçao.
silenciosamente,
eu te falo com paixao.

eu te amo calado,
como quem ouve uma sinfonia de silencio, e de luz.
nohs somos medo e desejo,
somos feitos de silencio, e som.
tem certas coisas que eu nao sei dizer...

a vida eh mesmo assim:
dia e noite, nao e sim.